O QUE É INTOLERÂNCIA À LACTOSE: SINTOMAS, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Causado pela baixa produção da enzima que digere o açúcar do leite, esse problema traz dor de barriga e outros incômodos gastrointestinais. Como tratar?

O que causa a intolerância à lactose

Os sintomas decorrem da incapacidade total ou parcial do organismo de produzir a lactase, uma enzima que quebra a lactose, o açúcar dos produtos lácteos. Com isso, o composto se acumula no intestino e é fermentado pelas bactérias que vivem ali, provocando mal-estar.

Sintomas e sinais:

- Dor e inchaço abdominal

- Diarreia

- Gases

- Azia

- Náusea

- Dor de cabeça

- Fatores de risco

- Envelhecimento

- Etnia: o problema é mais comum em africanos, árabes, gregos, chineses, coreanos e canadenses

- Infecção por rotavírus

- Doenças gastrointestinais

- Predisposição genética

- Diabetes

- Realização de cirurgia bariátrica

A prevenção

Não há como conter a queda na produção da lactase. Contudo, vale lembrar que o bom funcionamento dos órgãos digestivos repercute na digestão da lactose.

Ou seja, a recomendação é investir num cardápio com verduras, frutas e cereais integrais, que facilitam o trânsito intestinal. O organismo mais saudável fica menos propenso a gases e cólicas, mesmo com a presença de lactose não digerida.

O tratamento

Não existe medicamento para estimular a produção de lactase pelo corpo. A intolerância deve ser administrada com controle da dieta. Como as doses toleradas de lactose variam de pessoa para pessoa, o profissional de saúde indicará a quantidade de lácteos que pode ser consumida.

Te informar, #IssoéCACSS