UM JEITO COMUM DE FAZER AGACHAMENTO NA ACADEMIA PODE DANIFICAR A COLUNA

Existe um conselho comum no mundo da educação física de que o joelho não deve ultrapassar a linha dos pés durante um agachamento, aquele exercício comum nas aulas de ginástica funcional que fortalece os músculos da parte inferior do corpo. Só que essa recomendação talvez prejudique a coluna vertebral, segundo um grupo de pesquisadores brasileiros.

A equipe, da Universidade Federal de Goiás (UFG), avaliou a movimentação das costas de 19 voluntários enquanto eles faziam um agachamento. Todos praticavam atividades físicas e já estavam familiarizados com esse exercício especificamente há pelo menos um ano.

As medições foram conduzidas com um software desenvolvido no laboratório. Esse programa usava imagens geradas por adesivos reflexivos grudados na pele dos participantes e construía com elas um desenho da coluna no computador.

“Verificamos que, quando o joelho não passa a linha dos pés, o indivíduo tende a inclinar as costas muito para trás e retificar a região lombar. Isso faz com que ela perca sua curvatura natural”, comenta Mário Hebling Campos, educador físico e professor da UFG que coordena pesquisas nesse departamento. “Quando se aplica carga na coluna, o ideal é que essa curvatura seja mantida para não espremer os discos intervertebrais”, destaca.

Te informar, #IssoéCACSS