SONO FRAGMENTADO AUMENTA RISCO DE CRISES DE ENXAQUECA, DIZ ESTUDO

A fragmentação do sono — quando alguém dorme de maneira superficial, acordando mais durante à noite — eleva o risco de uma crise de enxaqueca.

O trabalho, publicado recentemente na revista científica Neurology, envolveu 98 adultos com enxaqueca episódica, que relatavam mais que dois e menos que 15 dias com dor ao mês. Os voluntários precisavam registrar detalhes do sono, hábitos relacionados ao estilo de vida e suas crises em um diário eletrônico por seis semanas.

Em paralelo, eles dormiam com um monitor de pulso atado ao braço. Esse dispositivo detecta quando estamos repousando profundamente e quando acordamos.

No decorrer da pesquisa, 870 episódios de enxaqueca foram reportados pelo grupo. Acontece que os participantes com o sono mais fragmentado estavam mais sujeitos às crises. Curiosamente, os incômodos não surgiam no dia seguinte, e sim no próximo depois dele.

Te informar, #IssoéCACSS