União de cores contra o câncer

Fazer exames preventivos frequentes são fundamentais para evitar a doença em homens e mulheres.

O câncer de próstata é um tipo de tumor que se desenvolve na próstata, uma glândula do sistema reprodutor masculino. Esse tumor resulta em uma multiplicação desordenada das células da próstata: quando há existência de câncer, a glândula enrijece. Essas células cancerígenas podem se espalhar a partir da próstata para outras partes do corpo, indo para os ossos e linfonodos.

Fazer exames preventivos frequentemente é fundamental para que a doença não seja descoberta em estado avançado. Homens a partir dos 50 anos de idade ou 45 (se houver casos de tumores de próstata na família), devem procurar um urologista anualmente para realizar exames preventivos. Um desses exames por exemplo é o toque retal, o exame é simples e indica se a próstata apresenta algum tipo de alteração. Caso a alteração seja diagnosticada, o médico pode pedir mais exames para dar com exatidão o diagnóstico.

Já o câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama em consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células locais. Esse é o tipo de tumor que mais causa morte nas mulheres em todo o mundo. Cerca de 60 mil novos casos aparecem por ano no Brasil. A característica mais comum da doença é o surgimento de um pequeno nódulo nos seios ou axilas geralmente indolor. Além disso, a paciente pode apresentar outros sinais menos frequentes.

O diagnostico não é o fim. As chances de cura podem chegar a 95% dos casos quando o câncer é identificado no início. Todos os anos, a campanha Outubro Rosa busca conscientizar sobre a importância dos exames de prevenção e o tratamento correto da doença, mas estudos mostram que é preciso fazer mais do que isso. Embora a mamografia a partir dos 40 anos seja primordial para o diagnóstico precoce, a adesão a este exame de imagem é ainda uma das barreiras para vencer a doença.

As tecnologias que identificam e tratam essa doença têm avançado muito. Porém, nada mais importante que trazer informação a população a respeito de questões básicas de prevenção, o que ajudará muito no prognóstico da doença.

Fonte: https://veja.abril.com.br/blog/coluna-claudio-lottenberg/uniao-de-cores-contra-o-cancer/